FARRA E LOTE DE DROGAS: Evento que teve batida da PM no Conde foi na fazenda de pré-candidato a vereador - ASSISTA




De acordo com informações preliminares, uma fazenda de propriedade do senhor Arakem, pré-candidato a vereador no município do Conde, foi alvo de uma cena de cinema no último final de semana. O local foi invadido pela polícia, que encerrou uma farrinha que estava acontecendo no local, causando aglomeração durante a pandemia do Covid19, e ainda apreendeu uma quantidade absurda de drogas.

Arakem costuma alugar a propriedade para eventos. Porém, eventos que geram aglomeração tão proibidos pelos decretos.

Do grupo político de Tatiana Lundgren, ele pretende se candidatar a uma vaga para o legislativo condense nas eleições 2020. 

O caso da farra regada de drogas foi destaque na TV paraibana e no G1.

Matéria do G1:

Três pessoas foram presas e armas e drogas foram apreendidas após a Polícia Militar encerrar uma festa com cerca de 600 pessoas na cidade do Conde, Região Metropolitana de João Pessoa, durante uma operação na madrugada deste domingo (5).

A ação aconteceu em uma granja, na Zona Rural do município, após os policiais receberem informações de que havia uma festa no local. Segundo a PM, a denúncia dizia que no local estavam pessoas envolvidas em organizações criminosas.

Policiais da 1ª Companhia Independente da PM, em conjunto com a Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal e outros órgãos da prefeitura do Conde foram até o local e encontraram o grupo reunido na granja.

Segundo a PM, ao perceberem a presença da polícia, as pessoas começaram a correr e fugir. Foram feitas uma busca e uma varredura no local e a polícia apreendeu 300 unidades de entorpecentes, entre maconha, loló, cocaína, ecstasy, LSD e crack. Também foram apreendidas três armas de fogo.

Vários termos, por irregularidades relativas às medidas preventivas contra o novo coronavírus encontradas no local, foram lavrados pelos órgãos que participaram da operação. Todo o material apreendido e as três pessoas suspeitas detidas foram levadas para a delegacia da Polícia Civil em Alhandra.

Reportagem na TV Tambaú:


Postagens mais visitadas