Vereadores de oposição gazeiam até sessão virtual para não aprovarem mais dinheiro para o povo do Conde na pandemia


Em uma manobra contra o povo, os vereadores de oposição da Câmara Municipal de Conde fizeram um boicote à sessão virtual desta terça-feira (21), onde seria votado um projeto de readequação orçamentária que permitiria à Prefeitura utilizar valores que já estão em caixa para realizar ações de combate à Covid-19 no município.

O projeto de readequação do orçamento foi enviado pela Prefeitura de Conde à Casa de Cícero Leite há dois meses. Orçamento é autorização para usar o dinheiro, é um processo inerente a organização da lei orçamentária, um trâmite natural e que obedece a legalidade do uso do que já se tem em caixa por entes públicos. 

"Ninguém esperava que o coronavírus chegasse, provavelmente hoje todos os municípios do Brasil estão envolvidos com essa readequação, ou seja, fazendo mudanças na lei do orçamento em função de atender as demandas do coronavírus, do enfrentamento à pandemia. Estamos num momento de pandemia, é tempo de excepcionalidades", afirmou a prefeita Márcia Lucena.

Antes da sessão desta terça, foram feitas duas reuniões com vereadores, tanto de oposição quanto da base, com a Comissão de Constituição e Justiça da Casa, com intuito de explicar cada ponto das mudanças e ajustes no orçamento.

"Os vereadores de oposição compreenderam e se comprometeram em votar, e aconteceu que não participaram da audiência, que é virtual, de qualquer lugar de onde estiver é só ligar o celular que estava dentro da sessão fazendo suas obrigações", disse Márcia. "Aprovar a lei para utilizar um recurso que já está em caixa, e está chegando mais para enfrentar a pandemia", completou.

Conforme a prefeita, os valores devem ser usados para compra de cestas básicas, equipamentos de proteção individual (EPIs) para profissionais da saúde e segurança, e diversas outras ações voltadas no combate à Covid-19 em Conde.

Fonte: News Paraíba

Postagens mais visitadas