BOTOU PRA TORAR: Prefeita do Conde detona vereadores que usam pandemia com intuito eleitoral e revela que Malba não confirmou a delegado se pode provar denúncia


Uma movimentação politiqueira, baseada numa denunciação caluniosa. Foi assim que a prefeita Márcia Lucena (PSB) resumiu a ação orquestrada, nesta quarta-feira (3), pelos vereadores Malba de Jacumã e Adriano de Menudo que mobilizaram as polícias Militar e Civil, Ministério Público da Paraíba (MPPB) e Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Tudo isso em torno de uma denúncia sem fundamentos com relação a suposto descarte de medicamentos vencidos.

A gestora informou que fármacos vencidos são normais em qualquer local que atue com medicamentos, porém, não há dispensação irregular por parte da Prefeitura de Conde.

Durante a vistoria no local, não houve qualquer apreensão ou sanção à edilidade. “A Anvisa nos orientou com relação a disposição, mas nenhum crime, nenhuma irregularidade. Dispensação de medicamentos é crime, e não cometemos isso”, disse Márcia Lucena.

Para a prefeita, a movimentação não passa de uma ação eleitoreira de Malba e Adriano.

“Esses dois vereadores movimentaram servidores públicos da Polícia Militar e Civil, isso é dinheiro público que foi gasto sem nenhum sentido e sem nenhuma necessidade. Isso é a demonstração de que não entendem o que estão fazendo, como funciona uma farmácia, como funciona a recepção e descarte de medicamentos. O povo insiste em fazer politicagem, em fazer carnaval, de algo que não acontece”, afirmou Márcia.



Postagens mais visitadas deste blog

Novo tempo: Secretário de Planejamento da Prefeitura do Conde está sendo processado por falsificação de documentos de imóveis

Guarda municipal de Conde armado surta dentro da Base da Guarda no momento em que as guarnições estavam em horário de repouso; assista

NORA DE ALUÍSIO E TATIANA, KARLA PIMENTEL DESCUMPRE JUSTIÇA E FAZ FESTA DO CORONA NO CONDE