Esposas de Manga Rosa e Malba de Jacumã recebem auxílio emergencial de forma irregular; maridos ganham R$ 11 mil e R$ 7,5 mil



Mais polêmica envolvendo pedidos de auxílio emergencial e políticos da Paraíba vem à tona neste sábado (13). Dessa vez o caso vem da cidade do Conde, município da Grande João Pessoa. As esposas do presidente da Câmara de Vereadores Carlos Manga Rosa e do vereador Malba de Jacumã constam como beneficiárias do dinheiro que é destinado para pessoas desempregadas e microempreendedores com baixa ou nenhuma renda.

De acordo com informações que constam na Transparência federal, Maria Betânia Gomes dos Santos, esposa de Manga Rosa, recebeu o auxílio emergencial no valor de R$ 600 em abril. Já Ana Caroline Pereira da Silva, esposa de Malba, que é MEI, também recebeu os R$ 600 em abril.

Apesar de ser MEI, o salário do marido de Ana Caroline, o vereador Malba, já anula sua possibilidade legal de receber o auxílio, já que o vereador ganha R$ 7.596,60 por mês. Maria Betânia também é impossibilitada, ao menos regularmente, de receber o dinheiro federal, já que Manga Rosa recebe um salário de R$ 11.196,90 mensalmente. Os dados dos salários estão divulgados no Sagres do Tribunal de Contas.

As duas não se enquadram nos critérios do Auxílio Emergencial, que é pertencer à família com renda superior a três salários mínimos (R$ 3.135,00) ou cuja renda mensal por pessoa maior que meio salário mínimo (R$ 522,50).

Ainda segundo informações, nem mesmo com os critérios de renda por membro da família elas atendem as necessidades legais para receber o auxílio.

Quem achou que passaria despercebido, os dados abertos do Governo Federal frustou a intenção. Em ano eleitoral nos municípios, é bom ficar de olho em quem pratica atos irregulares e que ferem os cofres públicos.

Veja provas



Postagens mais visitadas deste blog

FARRA E LOTE DE DROGAS: Evento que teve batida da PM no Conde foi na fazenda de pré-candidato a vereador - ASSISTA

Guarda municipal de Conde armado surta dentro da Base da Guarda no momento em que as guarnições estavam em horário de repouso; assista

NORA DE ALUÍSIO E TATIANA, KARLA PIMENTEL DESCUMPRE JUSTIÇA E FAZ FESTA DO CORONA NO CONDE