Prefeitura de Alhandra colabora com as investigações da “Operação Estirpe” e informa que não houve fraude em licitações



A Prefeitura de Alhandra informou que estranha a realização da  Operação Estirpe, realizada nesta sexta-feira (10) pela Polícia Civil, TCE-PB, CGU e GAECO, pois colaborou com a investigação, disponibilizando os documentos requisitados  pelas autoridades investigadoras. 

A operação tem o objetivo de investigar irregularidades em licitações e dispensas, que propiciaram a contratação de empresas, conforme denúncias protocoladas no Ministério Público.

A gestão municipal reafirma que todos os processos de licitação têm sido realizados de forma transparente. A Prefeitura, através de sua procuradoria municipal irá acompanhar as investigações para que todas as medidas legais e necessárias sejam tomadas, a fim de que tudo seja esclarecido, comprovando os equívocos da denúncia.

Esclarecendo ainda a não realização de qualquer despesa e até mesmo o cancelamento em relação  a  licitação de plantas ornamentais.

NOTA

A respeito da operação realizada na manhã desta sexta-feira pela Polícia Civil, TCE-PB, CGU e GAECO, a Prefeitura Municipal de Alhandra reitera:

Que sempre trabalhou com seriedade e transparência, obedecendo a Legislação vigente quanto ao uso dos recursos públicos. A gestão defende toda e qualquer apuração a respeito dos supostos fatos e não teme qualquer investigação, uma vez que todos os procedimentos administrativos e licitatórios são realizados obedecendo aos trâmites legais e com reiteradas auditorias realizadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB).

      E, a exemplo do que sempre fez, continuará prestando todas as informações requeridas pelos Órgãos fiscalizadores, bem como à população, a fim de esclarecer de forma transparente todos os atos praticados.

Sem ter conhecimento do procedimento de investigação, mas a titulo de exemplo,  noticia-se que a citada licitação para compra de plantas ornamentais encontra-se sendo investigada, quando já foi cancelada pela própria gestão que não efetivou a compra, muito menos realizou pagamentos.

E, por fim, espera que todas as denúncias realizadas por vereadores de oposição sejam investigadas como determina a lei e fique comprovado que não houve fraude. Renovando o respeito e reforçando a colaboração com os agentes públicos, prestando toda a assistência devida, aguardando com tranquilidade a elucidação dos supostos fatos após devida apuração.

Postagens mais visitadas deste blog

Novo tempo: Secretário de Planejamento da Prefeitura do Conde está sendo processado por falsificação de documentos de imóveis

Guarda municipal de Conde armado surta dentro da Base da Guarda no momento em que as guarnições estavam em horário de repouso; assista

NORA DE ALUÍSIO E TATIANA, KARLA PIMENTEL DESCUMPRE JUSTIÇA E FAZ FESTA DO CORONA NO CONDE