CPI ouve Queiroga de novo nesta terça e deve questionar sobre Copa América e 'gabinete paralelo'



A CPI da Covid ouvirá nesta terça-feira (8), pela segunda vez, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. Os senadores devem questioná-lo sobre as condições sanitárias para o país sediar a Copa América e a suposta influência de um "gabinete paralelo" nas decisões do governo sobre a pandemia.

Marcelo Queiroga é a primeira pessoa a prestar dois depoimentos à CPI. O ministro da Saúde compareceu à comissão em 6 de maio, mas o depoimento foi considerado "contraditório" e evasivo por alguns integrantes. A expectativa entre parlamentares é que, nesta terça, Queiroga seja cobrado a dar posicionamentos mais firmes sobre declarações do presidente Jair Bolsonaro.

No primeiro depoimento, o ministro evitou responder a diversas perguntas sobre temas sensíveis ao governo, como as posições de Bolsonaro sobre tratamento precoce e uso da cloroquina, comprovadamente ineficazes contra a Covid.

"O depoimento do ministro Marcelo Queiroga foi contraditório em diversos aspectos. Um deles diz respeito à afirmação de que, na gestão dele, não há promoção do uso da hidroxicloroquina para tratamento da Covid. Todavia, o ministro, até o presente momento, não revogou a portaria do Ministério da Saúde que prescreve o uso da medicação para este fim, mesmo sabendo-se que a medicação não possui eficácia”, afirmou o vice-presidente da CPI, Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

Nos bastidores, adversários de Bolsonaro veem na reconvocação uma nova possibilidade de desgaste do presidente. Avaliam que Queiroga é, ao lado do antecessor Eduardo Pazuello, a "face" do governo na gestão da pandemia.

Para aliados do Palácio do Planalto, contudo, o novo depoimento do ministro é desnecessário e atrapalha o titular da Saúde ao desviá-lo das ações de enfrentamento à pandemia.

Fonte: G1

Postagens mais visitadas deste blog

Novo tempo: Secretário de Planejamento da Prefeitura do Conde está sendo processado por falsificação de documentos de imóveis

Guarda municipal de Conde armado surta dentro da Base da Guarda no momento em que as guarnições estavam em horário de repouso; assista

NORA DE ALUÍSIO E TATIANA, KARLA PIMENTEL DESCUMPRE JUSTIÇA E FAZ FESTA DO CORONA NO CONDE